Weby shortcut
Marca do Programa de Pós-Graduação em Filosofia
Marca da Universidade Federal de Goiás

Linhas de pesquisa do Programa de Pós-Graduação em filosofia, Mestrado e Doutorado

Atualizado em 22/12/16 13:32.

 

 

Ontologia e Metafísica

 

A linha focaliza questões da ontologia e da metafísica na filosofia moderna e na filosofia contemporânea, com abertura para as questões clássicas da ontologia e metafísica. A vinculação da discussão sobre questões da ontologia e da metafísica com a reflexão sobre as condições do conhecimento e a estrutura da subjetividade constitui o centro de gravitação das pesquisas dessa linha. Tal vinculação é uma característica da filosofia moderna desde Descartes, mantendo-se presente na filosofia do empirismo e do racionalismo, na filosofia crítica de Kant e no idealismo alemão. Ela permanece presente também na fenomenologia de Husserl. Por fim, as pesquisas da linha abrangem também as posições da filosofia contemporânea que se distanciam explicitamente das concepções modernas da subjetividade, concebendo questões ontológicas a partir do homem como “ser-ai” ou da experiência de alteridade (Heidegger, Levinas).

Professores:

Anderson Borges

Cristiano Rezende

Fábio Almeida

Hans Christian Klotz

 José Ternes

Martina Korelc

Márcia Zebina

Thiago Santoro

Lógica e Filosofia da Linguagem 

 

A linha focaliza duas vertentes principais. A vertente mais formal tem início com a crise de fundamento, a Teoria dos Tipos, dos Conjuntos, a Teoria da Prova , até Teoria das Categorias. Ainda dentro dessa vertente encontramos pesquisas que procuram extrair as consequências semânticas e metafísicas da nova lógica. Também inclui-se aí as discussões em torno da noção de “referencia” com o ressurgimento da lógica modal.

A segunda vertente compreende a reação pragmática, inaugurada pelo segundo Wittgenstein e continuada pela filosofia dos atos de fala. Como reação ao empirismo lógico encontramos também a ideia de “interpretação radical” de Quine e Davidson w, mais recentemente, o contextualismo de Recanati. Também faz parte dela investigações em torno da noção de “subjetividade”, desde o “argumento da linguagem privada”, às discussões sobre as noções de “pensamento” de Evans e o Externalismo de Burge e Davidson. 

Professores:

André Porto

Araceli Velloso

Guilherme Ghisoni

José Gonzalo Armijos Palácios

Wagner Sanz

 

Ética e Filosofia Política

Na linha serão focalizadas as questões de filosofia prática – ética, filosofia política, filosofia do direito – no âmbito da filosofia moderna e contemporânea, principalmente, mas com abertura para os períodos antigo e medieval, assim como para a recepção contemporânea das questões clássicas. As investigações, no âmbito da filosofia política, sobre legitimidade do poder e divisão de poderes, Estado, democracia, liberdade, soberania, paz, direitos fundamentais, teoria crítica, totalitarismo, biopolítica, dentre outros tópicos basilares, acabam por estabelecer, a despeito de frequentemente em flagrante oposição, um percurso de continuidade com relação às questões clássicas. No que tange à ética, cabe assinalar a sobrevivência das questões centrais concernentes à ação e ao juízo à crítica contemporânea à metafísica tradicional. As diversas teorias da ação e do juízo operam na articulação tanto entre os diversos ramos da filosofia prática como deles com as demais linhas de pesquisa. 

Professores:

Adriana Delbó

Adriano Correia

Carla Milani Damião

Helena Esser dos Reis

José Gonzalo Armijos Palácios

Rafael Rodrigues Pereira

Renato Moscateli.

 

 

Listar Todas Voltar